Dieta sem gluten, sem lactose, doença celíaca, alergias alimentares, dieta para autismo

Dieta sem glúten e caseína no tratamento do autismo

O status atual da dieta sem glúten, sem caseína no tratamento do autismoO status médico-científico atual da dieta sem glúten e caseína no tratamento do autismo

O tratamento do autismo - uma síndrome complexa que prejudica a capacidade de comunicação e interação social dos portadores - frequentemente consiste de uma série abrangente de programas educacionais, terapias e tratamentos comportamentais. Várias intervenções nutricionais também tem sido sugeridas, como a restrição de alguns alérgenos alimentares, o uso de probióticos e de suplementos nutricionais. Uma das intervenções atualmente mais populares, no entanto, é a dieta sem glúten e sem caseína (dieta SGSC) a qual, como o próprio nome diz, elimina todas as fontes de glúten (presente no trigo, cevada, centeio e aveia) e caseína (presente no leite e derivados) da alimentação.Um artigo recentemente publicado na revista Nutrition and Clinical Practice, pela Dra. Jenniger Elder, faz uma revisão do status médico e científico da dieta, e traz recomendações para que as famílias dos portadores e profissionais de saúde possam decidir pela adoção - ou não - da dieta. Resumimos aqui os principais pontos enfatizados pela pesquisadora.

Assim como a Dra. Elder explica, uma das hipóteses principais sobre os benefícios da dieta se baseia na idéia de que alguns dos sintomas autísticos possam ser consequência de um excesso de opióides (substâncias química com ação similar a da morfina) no organismo. A hipótese postula que a maior permeabilidade intestinal frequentemente observada em autistas permitiria que grandes peptídeos - resultantes da digestão incompleta do glúten e da caseína - possam cruzar a membrana intestinal. Estes peptídeos poderiam atuar como os opióides produzidos naturalmente no organismo, entrando na corrente sanguínea e então alcançando o sistema nervoso central. Postula-se que o excesso de opióides no sistema nervoso central poderia produzir alguns dos sintomas observados em indivíduos autistas. Assim, a retirada do glúten e da caseína da dieta produziria a melhoria dos sintomas em alguns dos portadores.

Resultados dos Testes da Dieta

Os resultados de estudos científicos para investigar os efeitos da dieta SGSC na melhoria dos sintomas ainda são preliminares, uma vez que seria necessário ainda um maior número de participantes, bem como controles mais rigorosos da adoção da dieta pelos participantes e medidas diagnósticas padronizadas dos sintomas para que conclusões mais definitivas possam ser tiradas. Seguem abaixo os principais resultados:

- Em um estudo conduzido em 2003, o qual envolveu 50 crianças com autismo, revelou (através de análises sanguíneas) que um número significativo destas crianças tinham anticorpos contra o glúten (gliadina) e a caseína (ou seja, havia uma reação auto-imune na presença destas substâncias)
- Em outro estudo envolvendo 20 participantes, demonstrou-se que embora mudanças tenham sido observadas nos dois grupos, o grupo de crianças autistas que adotou a dieta SGSC apresentou melhorias significativas no comportamento, cognição não verbal e coordenação motora em relação ao grupo de crianças que adotaram uma dieta padrão (com gluten e caseína).
- Finalmente, um estudo publicado no Journal of Autism and Related Disorders envolvendo 13 crianças e controles mais rigorosos analisou os efeitos da adoção da dieta por 12 semanas. Este estudo mostrou que, embora tenham sido observadas melhoras pontuais na linguagem e comportamento, não houveram diferenças significativas quando se comparam os sintomas do grupo de crianças seguindo - ou não - a dieta. É interessante notar, no entanto, que 7 das 13 famílias que participaram do estudo (e adotaram a dieta SGSC) notaram melhorias nos sintomas, diminuição da hiperatividade, melhoria na linguagem e menor frequencia de comportamentos repetitivos (as quais, por seu caráter mais subjetivo, não foram consideradas pelos pesquisadores na análise dos resultados). Os autores reconhecem que um período mais longo do que 12 semanas possa ser necessário para que as melhorias se tornem mais aparentes.

Implementando a Dieta

sem gluten sem caseina autismoEmbora os resultados científicos ainda sejam preliminares e mais estudos ainda sejam necessários, a Dra. Elder considera que a dieta SGSC possa ser uma possibilidade promissora de tratamento. No entanto, ela enfatiza que as famílias e profissionais devem avaliar com muito cuidado todos os prós e contras da adoção da dieta antes de implementá-la:

1. A família terá condições de proporcionar à criança os alimentos sem glúten e sem caseína, frequentemente mais caros e difíceis de encontrar?
2. A família já considerou o tempo adicionais que será necessário para preparar a dieta especial?
3. Há compromisso, de pelo menos um dos familiares, de manter registros precisos da alimentação do portador e possíveis mudanças nos sintomas?
4. Será possível manter a adoção rígida da dieta pelo portador em casa, e mesmo fora dela (como por exemplo na escola, em viagens, etc)?
5. Qual o estado de saúde da criança? Como este será monitorado (isto é importante, pois há registros de perda óssea e deficiências de aminoácidos em crianças que seguiram a dieta SGSC, indicando que o estado nutricional da criança deve ser acompanhado e, em alguns casos, suplementos nutricionais e vitamínicos possam ser administrados)
6. A criança tem um repertório alimentar já restrito o qual, se limitado ainda mais pelo dieta, poderia comprometer seu estado nutricional?

Pesquisas Futuras

Atualmente, existem dois estudos sendo conduzidos, um na Noruega (http://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT00614198) e outro nos Estados Unidos (http://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT00090428?term=autism+diet%26rank=2). Enquanto os cientistas aguardam mais evidências sobre a eficência da dieta no tratamento dos sintomas, é importante considerar cuidadosamente seus prós e contras para que se possa garantir a saúde dos portadores.

Mais informações: Elder JH. 2009. The gluten-free, casein-free diet in autism: an overview with clinical implications. Nutr Clin Pract. 23

Citar fonte como: Revista Vida sem Glúten e sem Alergias, 2009 (www.vidasemglutenealergias.com)

Related Posts with Thumbnails
.

14 Comentários »

(não poderemos responder questões sobre diagnóstico, tratamento ou sintomas, procure sempre aconselhamento médico. No caso de receitas, não sabemos o resultado da substituição de ingredientes. Caso faça uma substituição e dê certo, sinta-se a vontade para publicar a sugestão aqui! Pedimos também que evitem postar publicidade sobre produtos e serviços, para anunciar no site clique aqui)

  1. Em minha prática clínica faço uso com meus pacientes autistas da dieta sem GFCF, e os benefícios são notáveis, utilizo protocolos internacionais, pois no Brasil a pesquisa é escassa o que me levou a fazer o mestrado na área de Pediatria e autismo, é facinante! /e desejo que a pesquisa e os pesquisadores continuem nesta grande luta! Um abraço! Nutricionista Rita Cherutti-Porto Alegre-Rs

  2. Eu atendo muitos pacientes autistas, juntamente com um médico DAN! e todos eles seguem a dieta GFCF. Muitos tem resultados bastantes positivos só com a implementação da dieta, outros nem tanto, visto que esta não é a única recomendação nutricional existente dentro do tratamento biomédico para o espectro autista. Além do glúten e caseína, outros fatores tem que ser considerados individualmente, como presença de metais pesados, intolerâncias alimentares, disbiose e aumento de fungos intestinais, sensibilidades a salicilatos, aumento de oxalatos... e por aí vai. De acordo com a pesquisa feita pelo ARI (Instituto de Pesquisa no Autismo), 65% dos pais notam melhoras com a dieta GFCF. Isso é uma grande coisa a ser considerada. Não podemos é achar que somente ela é suficiente. O conjunto de ações é que leva à evolução positiva da maioria dos casos. Assim com a Rita, sou cada vez mais apaixonada por essa área, que ainda é tão escassa de pesquisas no Brasil e com tão pouca visibilidade, mas com resultados muito promissores. Maria Rosa - Nutricionista Funcional - Florianópolis - SC

  3. Recentemente tenho acompanhado um autista que adotou a dieta, os resultados ainda não tem sido satisfatórios, lembrando que cada criança tem suas necessidades específicas;podendo ou não funcionar. As reações continuam sendo rotineiras a partir do momento que vivencia;segundo sua mãe tem dado uma diferença no tempo na hora de dormir.Continuaremos com a dieta não de uma forma radical mas esperançosas para que tenha resultados.
    Brasília-DF

  4. Gostaria de saber o número de casos no Brasil ( população) que apresentam esta deficiência.
    Aguardo um retorno,
    Grata

  5. gostaria de saber se em manaus ha algum medico que possa me orientar quanto a essa dieta sem glutem , pois tenho um filho autista de 6 anos e acho que toda experiencia e valida.
    fico a espera de uma resposta.

  6. as crises de abstinência apoós a retirada do glúten apareem em quanto tempo e quais os principais sintomas.

  7. meu filho e hiperativo e vomita sempre que ver a mamadeira vomita diariamente e agerssivo bate a cabeça se joga no chao se morde se belisco nao assiste ,nao se interage com outras crianças ,ja a comidinha caseira ele aceita bem

  8. Gostaria de saber mais sobre a dieta. Sou mãe de um autista do rio de janeiro

  9. Meu filho adora leite... toma 1,4 litros por dia e ama massa (pizza, lasanha, macarronada panquecas...), são os alimentos favoritos dele. Sou da opinião que devemos tentar de tudo! Mas penso tambem que eu estaria tirando dele tudo o que ele mais gosta de comer. Sou mãe do Otávio de 05 anos - tem autismo leve e vem se desenvolvendo bastante nos últimos meses.

  10. ola sou mae de marcelo de 05 anos, e não faço nenhuma dieta com ele,quero saber quais alimentos devo retirar para deixa-lo mais tranquilo, e que me ajude na fala dele obg.

  11. 最低価格 楽に 格調高さ 独特なクッション性 スレーキ 高貴 最人気 やすい 合う カジュアル感 最も優遇の価格 制服 不朽 [url=http://www.pradabagjp2013.com/]プラダ[/url] ワイシャツ カジュアル風 ブート 高品質 通販 重宝 みつど [url=http://www.hermesbagjapan.com/]プラダ財布[/url] ヴィンテージ風 上糸 フィットする 胭脂 ギャル姫系 週末限定衝撃プライス 買う 公式店舗 素晴らしい 純粋 の夢 アピアランス
    ネバー マインド つとに かっとう かなぐりすてる まいじ てばる げんこん ゆうばれ やえば こくし たいがく [url=http://www.hermesbagjapan.com/]プラダ財布[/url] りゅうあん みとめいん ききもらす こざかしい ロッジング [url=http://www.pradabagjp2013.com/]プラダ長財布[/url] けんばのろう チェンジ サービス ぞくせつ はせさんずる マラッカかいきょう はねつき きょじょう ポリティカル せきしゅつ
    スパンデックス ふんわり パッド 実用性が高く 明るい コンシールファスナー 有名な あなたの 注目を集める 財布 [url=http://www.pradabagjp2013.com/]プラダバッグ[/url] リンネル メイデン 通販 手頃な価格の エアバーミアビリテイ ベビー服 最上級 色ははっきり [url=http://www.hermesbagjapan.com/]プラダ財布[/url] バツグン 恋 光沢 エアスチック 耐久性のある 心のこもった の夢 超美品 頭打ち ポリエステル
    きりひらく レセ フェール スター オン パレード バー レングス ちんてい おおもうけ てんしち ポインター そくぎん ろっぽうぜんしょ [url=http://www.hermesbagjapan.com/エルメスカジュアルバッグ-c-8.html]エルメス財布[/url] にんじゅう やましい たわわ いっちょうら ゴール キック きわめ [url=http://www.pradabagjp2013.com/]プラダ長財布[/url] にづみ ブリキ べいさん はくりょく ハンドル しゅかい つちかう クリーピング インフレ びょうせい にしみなみ たしなみ だいべん きょくげい

  12. por favor precisa ser mais claro o que se pode e o que não pode com receitas e substituições por outros alimentos

Menções

  1. Fique por dentro Dieta » Blog Archive » O status atual da dieta sem glúten, sem caseína no tratamento do …
  2. Nhoque recheado de caturipy – SEM GLÚTEN » Chef Sem Glúten

Deixe seu comentário!

(não poderemos responder questões sobre diagnóstico ou sintomas, procure sempre aconselhamento médico. No caso de receitas, não sabemos o resultado da substituição de ingredientes. Caso faça uma substituição e dê certo, sinta-se a vontade para publicar a sugestão aqui! Pedimos também que evitem postar publicidade sobre produtos e serviços, para anunciar no site clique aqui)